Home CAPA Presidente da Portela Luis Carlos Magalhães fala do carnaval

Presidente da Portela Luis Carlos Magalhães fala do carnaval

1

Luis Carlos Magalhães fala sobre o caminho da Portela para driblar a crise e disputar o título para o próximo carnaval..

Luis fale um pouco do carnaval da portela

O carnaval está sendo muito pensado e planejado, isso tudo é uma ferramenta para enfrentar a crise.

Nos temos que saber enfrentar o momento, nossa receita não aumenta mas os gastos sim, o Dólar sobe e a competição aumenta. Uma coisa é você fazer o carnaval para permanecer no grupo, só que nós não conseguimos fazer isso, ainda mais agora que os portelenses sentiram o gostinho da vitoria e querem mais.

Não tem nenhum arrogância, e nem nenhum otimismo exagerado, e nenhuma ilusão, nos achamos que todas as escolas tem que seguir o caminho do mercado, sem abrir mão das verbas públicas, por que nós prestamos um grande serviço ao Rio de Janeiro e ao Brasil. O carnaval do ano passado foi uma tortura para colocar o carnaval na rua. Nós só queríamos um pouquinho mais de conforto.

Como foi Portela no Japão?

O Japão tem vários aspectos, primeiro a milhenariedade que é uma coisa que assusta, outra os hábitos japoneses, são muito diferente, o tamanho de Tóquio também te assusta. O Outros aspecto que mais impactante para nós é como eles gostam da Portela, sabem tudo, eles cantaram o hino da Portela, no dia da despedida, e todos os sambas da Portela. Fiquei com medo de cantar o hino da escola e ninguém acompanhar, mas eu ensaiei puxei e todo mundo cantou, fiquei surpreso.

O que o Portelense pode esperar para 2019

Pode ter certeza que vai ser uma escola muito competitiva, isso que é o mais importante, por que nenhuma escola vence se não for competitiva, a escola pode vencer se o desfile pegar na veia, se der tudo certo, por que é complicado. Como dizia o falecido José Carlos Neto “ Quando a Jibóia entra na avenida, é que as coisas acontecem”.

O problema que estamos tendo, e que todo mundo quer desfilar, mas a escola tem que diminuir um pouco, como todas as outras por varias razoes. Um exemplo disso foi o fã clube da Clara Nunes, esteve na quadra e pediram para desfilar, pensei que eram uns dez, mas eram 200 pessoas, não tem coisa mais justa do que o fã clube da Clara desfilar , mas o que vou fazer?

Vou levar para a avenida em torno de 3800 componentes, esse número não está definido ainda.

Assim a Portela vai para a avenida, e tentar conquistar mais um título. A agremiação vai apresentar o  enredo: ” Na Madureira moderníssima, hei sempre de ouvir cantar uma Sabiá” , que será desenvolvido pela Carnavalesca Rosa Magalhães.

Foto Márcio Cassol

Veja mais artigos
Load More In CAPA

Verifique também

Coletivo Lança oferece oficinas online para artistas

Da produção à divulgação. Algumas das principais ferramentas para tirar o projeto do papel…