Home CULTURA Diversos Adultos e idosos de abrigos públicos assistirão ensaio aberto de musical nesta terça

Adultos e idosos de abrigos públicos assistirão ensaio aberto de musical nesta terça

0

Mais uma vez a Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, vai levar pessoas das Unidades de Reinserção Social que fazem parte do Projeto Circulando ao teatro. Nesta terça (11), eles vão prestigiar o ensaio aberto de “Dona Ivone Lara – Um Sorriso Negro”, no Teatro Carlos Gomes. Ao todo, são aguardados 110 adultos e idosos de abrigos públicos.

No espetáculo, a história de Dona Ivone Lara será contada em dois atos que misturam três tempos diferentes, sem ordem cronológica, surgindo em cena com três idades, aos 12 anos, aos 26, e aos 80, épocas que marcaram sua vida, e explicam quem ela foi verdadeiramente. Iniciamos nossa trajetória pelas lembranças da adolescência, quando Ivone viveu como interna no Colégio Orsina da Fonseca, passando pela a vida adulta quando ela se casa com Oscar Costa, filho de uma família tradicional da Serrinha, até atingir a maturidade já consagrada como artista.

Em agosto, a Cidade das Artes recebeu um grupo de 100 pessoas do Projeto Circulando para assistir “Nefelibato”, que mostrava a história de um homem que foi morar na rua. Após a apresentação houve um debate e a Secretária Municipal de Cultura, Nilcemar Nogueira, comprometeu-se a levá-los numa outra sessão.

Mais uma vez a Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, vai levar pessoas das Unidades de Reinserção Social que fazem parte do Projeto Circulando ao teatro. Nesta terça (11), eles vão prestigiar o ensaio aberto de “Dona Ivone Lara – Um Sorriso Negro”, no Teatro Carlos Gomes. Ao todo, são aguardados 110 adultos e idosos de abrigos públicos.

No espetáculo, a história de Dona Ivone Lara será contada em dois atos que misturam três tempos diferentes, sem ordem cronológica, surgindo em cena com três idades, aos 12 anos, aos 26, e aos 80, épocas que marcaram sua vida, e explicam quem ela foi verdadeiramente. Iniciamos nossa trajetória pelas lembranças da adolescência, quando Ivone viveu como interna no Colégio Orsina da Fonseca, passando pela a vida adulta quando ela se casa com Oscar Costa, filho de uma família tradicional da Serrinha, até atingir a maturidade já consagrada como artista.

Em agosto, a Cidade das Artes recebeu um grupo de 100 pessoas do Projeto Circulando para assistir “Nefelibato”, que mostrava a história de um homem que foi morar na rua. Após a apresentação houve um debate e a Secretária Municipal de Cultura, Nilcemar Nogueira, comprometeu-se a levá-los numa outra sessão.

Mais uma vez a Secretaria Municipal de Cultura, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, vai levar pessoas das Unidades de Reinserção Social que fazem parte do Projeto Circulando ao teatro. Nesta terça (11), eles vão prestigiar o ensaio aberto de “Dona Ivone Lara – Um Sorriso Negro”, no Teatro Carlos Gomes. Ao todo, são aguardados 110 adultos e idosos de abrigos públicos.

No espetáculo, a história de Dona Ivone Lara será contada em dois atos que misturam três tempos diferentes, sem ordem cronológica, surgindo em cena com três idades, aos 12 anos, aos 26, e aos 80, épocas que marcaram sua vida, e explicam quem ela foi verdadeiramente. Iniciamos nossa trajetória pelas lembranças da adolescência, quando Ivone viveu como interna no Colégio Orsina da Fonseca, passando pela a vida adulta quando ela se casa com Oscar Costa, filho de uma família tradicional da Serrinha, até atingir a maturidade já consagrada como artista.

Em agosto, a Cidade das Artes recebeu um grupo de 100 pessoas do Projeto Circulando para assistir “Nefelibato”, que mostrava a história de um homem que foi morar na rua. Após a apresentação houve um debate e a Secretária Municipal de Cultura, Nilcemar Nogueira, comprometeu-se a levá-los numa outra sessão.

 

Veja mais artigos
Load More In Diversos

Verifique também

Bailarinos do Brasil e da Eslováquia convidam para estreia de vídeodança

Gabriela Moriondo é acompanhada por Maicom Souza em coreografia da artista eslovaca Eva Ur…