Home CARNAVAL Rio Império Ricardense manifesta repúdio pela criação de Escola de Samba

Império Ricardense manifesta repúdio pela criação de Escola de Samba

1

Grêmio Recreativo Escola de Samba Império Ricardense vem através desta nota questionar publicamente a associação de uma nova agremiação em conjunto a torcida organizada do Botafogo de Futebol e Regatas.

A decisão se faz muito além de uma homenagem ao jogador de futebol Tulio Maravilha, ou mesmo uma criação de algo novo como o “Botafogo Samba Clube”, trata-se da legitimidade desta agremiação.

O que mais foi noticiado nesses últimos tempos de crise em relação ao carnaval da cidade maravilhosa foi: “A falta do apoio para serem feitos os desfiles oficiais”. Então, de onde vem a força financeira, jurídica e humana para a criação desta escola?

A Ricardense nasceu gigante, com a junção entre amor e experiência, vindas de todas as partes do mundo do samba e se mantem regularmente prestando conta de suas atividades.

A Império Ricardense não é contra a criação de novas escolas, mas não aceia que as façam ferindo o estatuto da Liga.

Em tempo gostaríamos também de questionar o posicionamento da prefeitura do Rio de Janeiro que parece compactuar com tal prática. Entendemos que a idoneidade e neutralidade da Rio Tour se farão notadas providenciando auditoria na Liga para apurar não só a conversão da Tupy de Bras de Pina em Botafogo Samba Clube, como também a legalidade das novas escolas durante a atual gestão da LIESB.

Deixamos nosso lamento e nos solidarizamos com os fundadores da Tupy de Brás de Pina (e de uma certa forma com todo sambista de verdade) que veem sua luta, sua história, tradição de samba serem minimizadas a ponto de matarem seu nome.

Att, Diretoria

Veja mais artigos
Load More In Rio

Verifique também

Liesa lança pesquisa e mercado sobre os desfiles

Aproximar o público jovem e conectá-lo com a história do Maior Espetáculo da Terra é um do…