Home CULTURA Diversos Polo de Economia Criativa da Zona Oeste promove curso gratuito

Polo de Economia Criativa da Zona Oeste promove curso gratuito

0

Polo de Economia Criativa da Zona Oeste promove curso gratuito de Políticas Públicas de Cultura

Abrem as inscrições para o Curso à Distância de Políticas Públicas ao Vivo, preparatório para a 1a Audiência Pública de Cultura na Zona Oeste, que será realizada em agosto, em Santa Cruz/RJ.

Estão abertas as inscrições gratuitas para a 2a edição do FALEM da Zona Oeste (Festival Além da Zona Oeste), promovido pelo Polo de Economia Criativa da Zona Oeste, e vão até 12/06/2018. Esta edição virá em um formato de curso à distância, como o 1o Curso de Políticas Públicas de Cultura, a partir da Zona Oeste, com 8 aulas transmitidas on-line ao vivo, pela página Viva Zona Oeste (www.vivazonaoeste.com.br), no período de 12/06 a 30/07/2018. As aulas acontecerão predominantemente às segundas-feiras de 19h às 21h e servirão também como atividades preparatórias para a 1a Audiência Pública de Cultura da Zona Oeste, que acontecerá na segunda-feira, dia 06/08/2018 das 18h às 21h, em Santa Cruz/RJ. As inscrições podem ser feitas pelo próprio site www.vivazonaoeste.com.br.

O curso será voltado para artistas, produtores culturais, jornalistas e demais profissionais fazedores de cultura com foco também na Zona Oeste, a 2a maior região do Rio de Janeiro, com

As aulas têm a finalidade de promover um aprofundamento sobre questões relacionadas às políticas públicas de cultura, que vêm sendo implementadas no Estado. Os temas abordarão conteúdos sobre cidadania cultural, consumo cultural, direitos culturais, tecnologia e visibilidade para territórios populares, dentre outros.

As aulas serão ministradas por pesquisadores, consultores, mestres e doutores em Políticas Públicas, entre eles: Dra. Lia Calabre (UFF), Dra. Luciana Guilherme (UFRJ), Ms. Cristina Lins (Ence/IBGE), Ms. Clarissa Semensato (UENF), Dra. Eliane Costa (UFRJ), Valdenia Balthazar (Ex- Subsecretária de Cultura na SECRJ-2017), Pós – Dr. Jorge Barbosa (USP), Ms. Monique Bezerra da Silva (COPPE/UFRJ), Ms. Leonardo Minervini (UFF) e Ms. Flávio Aniceto (FGV). O curso contará com uma metodologia participativa e servirá de canal de encaminhamento de propostas dos participantes sobre Políticas Públicas de Cultura para a 1a Audiência Pública de Cultura da Zona Oeste.

Teve cerca de 120 inscritos de 13 bairros presentes da Zona Oeste, atingindo mais de 32% da região. “O objetivo dessa iniciativa é o de construir um caminho em que se possa conquistar direitos e a cidadania para todos, diz Vinícius Longo, idealizador do projeto. O resultado da mais de 2.371.135 pessoas até 2010,  com 40 bairros, entre eles, Anil, Bangu, Barra da Tijuca, Barra de Guaratiba, Camorim, Campo Grande, Campo dos Afonsos e Cidade de Deus.

No final de 2016, o I FALEM da Zona Oeste foi contemplado em 1o lugar na categoria de Artes Integradas, no último edital de Fomento às Artes, da Secretaria Municipal de Cultura e contou com a parceria das Comissões de Cultura da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, da Alerj e de dezenas de
agentes culturais para ser realizado.

Primeira edição foi um documento/carta criado coletivamente e compartilhado com a sociedade e órgãos competentes, denominado: “Diretrizes para uma ação de cidadania cultural na Zona Oeste do município do Rio de Janeiro”. O material foi entregue, por meio de uma moção, à Prefeitura do Rio de Janeiro na Pré-Conferência Municipal de Cultura da AP4 e servirá como documento de referência para construção do Plano Municipal de Cultura.

Confira o calendário desta edição:

12/06, de 19h às 21h – “O que você precisa saber para um melhor entendimento do que é cidadania cultural? O que envolve os Governos Federal, Estadual e Municipal, além da participação das iniciativas privadas e sociedade civil para construção da cidadania?” .Com Lia Calabre.

18/06, de 19h às 21h – “Perfil dos empreendimentos criativos no Rio” + “Perfil do consumidor de cultura no Rio” – Oferta e consumo cultural. Com Luciana Guilherme e Cristina Lins.

25/06, de 19h às 21h – “Sistema Nacional de Cultura e seus desdobramentos no município”. Com Clarissa Semensato.

09/07, de 19h às 21h – “Sistema Estadual de Cultura, fundos e lei de incentivo à cultura / ICMS”. Com Valdineia Balthazar.

11/07, de 19h às 21h – “Como a tecnologia pode dar visibilidade a territórios periféricos, invisíveis ao próprio território e ao mundo?”. Com Eliane Costa.

16/07, de 19h às 21h – “Construção de Políticas Públicas para territórios populares”. Com Jorge Barbosa e Monique Bezerra.

23/07, de 19h às 21h – “A gestão de um espaço cultural privado no contexto das políticas culturais”. Com Leonardo Minervini.

30/07, de 19h às 21h – “Cultura, cidade, direitos e políticas culturais”. Com Flávio Aniceto.

06/08, de 18h às 21h – 1a Audiência Pública de Cultura da Zona Oeste. Local: Associação SerCi dadão (Rua Fernanda, 140 – Santa Cruz).

Sobre o Polo de Economia Criativa da Zona Oeste: O Polo é uma rede formada por agentes, coletivos e instituições criativas da Zona Oeste do Rio de Janeiro, que tem como missão identificar, gerar capacitação, visibilidade e oportunidades de sustentabilidade para uma cadeia de produção cultural criativa de forma colaborativa, com cerca de 300 agentes catalogados por todos os 41 bairros da Zona Oeste.

Acesse: www.vivazonaoeste.com.br
Curta, compartilhe e se inscreva nas redes sociais do evento:
Facebook: http://www.facebook.com/vivazonaoeste Instagram: https://www.instagram.com/vivazonaoeste/ Youtube: https://www.youtube.com/c/vivazonaoeste Twitter: https://twitter.com/VivaZonaOeste

Serviço:

Evento: 2a edição do Falem da Zona Oeste – Festival Além da Zona Oeste – Cursos à Distância de Políticas Públicas On-line ao Vivo.
Período do evento: 12/06 a 30/07/2018, predominantemente às segundas- feiras das 19h às 21h.

Local: On-line com transmissão ao vivo pela página Viva Zona Oeste (www.vivazonaoeste.com.br).
Período das Inscrições: de 06/05 a 12/06.
Inscrições: podem ser feitas pelo próprio site www.vivazonaoeste.com.br).

Sugestão de Entrevistados:

1. Vinicius Longo, fundador e coordenador do Polo de Economia Criativa da Zona Oeste.

Contatos

Ascese Comunica Assessoria de Imprensa Marcos Nahmias (21) 983147421
Sobre os facilitadores:

LIA CALABRE: Doutora em História pela Universidade Federal Fluminense (2002). Pesquisadora Titular da Fundação Casa de Rui Barbosa, coordenadora do setor de políticas culturais da Fundação Casa de Rui Barbosa (2003-2014). Coordenadora de Cátedra UNESCO de Políticas Culturais e Gestão. CNPq Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4782504Y5

LUCIANA GUILHERME: Doutora em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento (UFRJ). Professora, pesquisadora e consultora em políticas públicas de cultura e economia criativa. Professora de pós-graduação da ESPM e da FGV no Rio de Janeiro. Atuei como consultora do Ministério da Cultura de Cabo Verde (2014/2015) e fui diretora da Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura (2011 a 2013). CNPq Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4775033D2

CRISTINA LINS. Economista, Mestre em Estudos Populacionais e Pesquisas Sociais da Escola Nacional de Ciências Estatísticas Ence/IBGE. Consultora independente em pesquisa e indicadores culturais. Trabalhou no IBGE por 37 anos e foi coordenadora técnica do Sistema de Informações e Indicadores Culturais, durante 11 anos, de 2004 a abril de 2015. CNPq Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4484765U3

CLARISSA SEMENSATO: Doutoranda em Políticas Públicas, pela Universidade Estadual do Ceará, Mestre em Políticas Sociais pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF). Pesquisa Políticas Culturais e Sistemas de Cultura. CNPq Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4717823Z0

ELIANE COSTA: Consultora nos campos da Gestão Cultural, das Políticas Culturais e da Cultura Digital. Doutora em História das Ciências e das Técnicas e Epistemologias pela UFRJ com pesquisa sobre cibercultura e território. Mestra pela Escola de Ciências Sociais da FGV, onde coordena o MBA “Bens culturais: cultura, economia e gestão”. De 2003 a 2012, foi Gerente de Patrocínios da Petrobras.

VALDINEIA BALTHAZAR: Gerente de Projetos em TI, PMOs e Métodos ágeis, STARTUPS, Economia Criativa e Novos Negócios. Consultora jurídica em LawTec. Atuou na LUBRIZOL Corporation, EMBRATEL, PETROBRAS. Fui Subsecretaria de Cultura na Secretaria de Estado de Cultura do RJ, em 2017.

JORGE BARBOSA: Pós-Doutorado em Geografia Humana pela Universidade de Barcelona/Espanha. Doutor em Geografia pela Universidade de São Paulo, Mestrado e Graduação em Geografia pela UFRJ. Atualmente é professor associado da Universidade Federal Fluminense e diretor do Observatório de Favelas.http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4789680H 2

MONIQUE BEZZERA DA SILVA: Mestre em Engenharia de Produção pela COPPE/UFRJ. Bacharel em Produção Cultural pela Universidade Federal
Fluminense. Possui Especialização em Gestão de Projetos da Engenharia de Produção, pela UERJ e Especialização em Educação Tecnológica, no CEFET/RJ. Coordenadora de projetos no Observatório de Favelas. CNPq Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4471901J3

LEONARDO MINERVINI: Mestre em Cultura e Territorialidades pela UFF, Pós- graduado em Gestão de Marketing pela UFRJ e Bacharel em Produção Cultural pela UFF. No campo profissional, Leonardo Minervini é Coordenador Geral de Cultura da Escola Sesc, responsável pela gestão do Espaço Cultural Escola Sesc e da Biblioteca da instituição. CNPq Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4882660Y1

FLÁVIO ANICETO. Produtor Cultural e Cientista Social; Mestre em Bens Culturais e Projetos Sociais pelo Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea – CPDOC da Fundação Getúlio Vargas, defendendo a dissertação “Palhaços e Arte Pública: poética e política nas ruas do Rio de Janeiro”; e tenho atuado em assessoria para políticas e ações culturais em instituições públicas e da sociedade. CNPq Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4537826A6

Fotos Divulgação

Veja mais artigos
Load More In Diversos

Verifique também

Theatro Municipal abre a Temporada 2021 Abertura On-Line

No mês em que a Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro completa 90 ano…