Home MÚSICA Beaten to Death, da Noruega, mostra criatividade Grindcore em série de Eps

Beaten to Death, da Noruega, mostra criatividade Grindcore em série de Eps

0

Não importa, parte um: me mudei para Mastbos’ é o esdrúxulo título – traduzido do holandês ao português – do primeiro, da série de quatro EPS, lançado no final de 2020 pelo Beaten to Death, banda de grindcore melódico da Noruega.

Apesar de toda a complexidade que ronda o do nome dos registros e a conexão entre os materiais, é uma formação contemporânea de música pesada avessa às extensas e não raramente massantes biografias, e que pede atenção à sonoridade – avassaladora, carregada de blastbeats, riffs e até mesmo melodias.

Cada EP faz referência a uma floresta e Mastobs é uma delas, localizada no sul da cidade holandesa Breda. Segundo a banda, o conceito “leva o ouvinte às paisagens etéreas construídas pela musicalidade do Beaten to Death”. Não espere nada menos do que uma massa sonora agressiva, barulhenta e feroz.

Laat maar, deel een: ik verhuis naar Mastbos, o título original, foi originalmente lançado em novembro de 2020, mas gravado entre 26 e 30 de dezembro de 2019, exceto os vocais, registrados entre janeiro e março do ano passado.

A IDL Press tem a exclusividade na divulgação do Beaten to Death na América Latina e, ao longo de janeiro e fevereiro, vai promover todos os quatro Eps deste sexteto norueguês, baseado em Oslo.

Foto:  Joffe Myrvold

Beaten to Death – Flatulence of emotions

The Hellfreaks – Doldrum Dynasty

Veja mais artigos
Load More In MÚSICA

Verifique também

Aline Vivas, Letícia Dias e Rosana Araujo se unem no single “Deixa Fluir”

Colaboração reúne nomes de destaque do cenário musical, como Marcelo Vig, Lúcio Costa, Leo…