Home MÚSICA Canequinha estreia projeto entre MPB psicodélica e rock alternativo em “Não Vai Passar (Tão Cedo)”

Canequinha estreia projeto entre MPB psicodélica e rock alternativo em “Não Vai Passar (Tão Cedo)”

0

Faixa reflete o momento atual com um olhar para o passado e para o futuro

No meio de tanto caos, Canequinha sugere um momento de reflexão e realismo em uma viagem introspectiva em “Não Vai Passar (Tão Cedo)”, seu single de estreia. Este é o nome artístico do guitarrista, cantor e compositor carioca de ascendência pernambucana Fernando Caneca Neto. A faixa, que faz uma ligação entre o rock alternativo e psicodélico com o cancioneiro da MPB, está disponível em todas as plataformas de música digital e ganha um clipe.
Músico experiente, Canequinha faz uma viagem sentimental na música que é transposta também no clipe, feito com imagens e fotos de arquivo. A sensação é uma sequência de memórias que insistem em voltar nesse momento de isolamento.

Ouça  “Não Vai Passar (Tão Cedo)”: https://smarturl.it/naovaipassartaocedo

“Acho que a mensagem dessa música é muito importante. O que não vai passar tão cedo? Será que o normal que queremos tanto de volta é tão bom assim? É claro que sentimos falta do abraço e da presença, mas nós como sociedade estamos fazendo nosso melhor?Ao mesmo tempo, se olharmos pela ótica do amor nada passa mesmo, carregamos conosco nossas memórias e isso na verdade é quem somos hoje. Acho que to vendo muito a série ‘Dark’”, se diverte o artista.

Filho de pais músicos, Canequinha passou pela Escola de Música Villa-Lobos e ainda criança, participou do programa de musicalização O Passo de Lucas Ciavatta. Mais tarde, veio a se tornar aluno do Bacharelado em Composição na UFRJ.O contato com o violão se estreitou a partir da formação das primeiras bandas, entre elas a ManoEla e a Bow Bow Cogumelo, que se tornaram projetos pessoais de longa duração.

Nos intervalos de uma extensa turnê nacional como violonista do espetáculo “Cássia Eller – o Musical”, o artista criou o projeto experimental EJO-Eletrojohn que juntou as referências da Tropicália à cultura do rap e música eletrônica.

Toda a experiência adquirida nos palcos, estudos, turnês e experimentos se concentram neste novo projeto do artista. Com produção total da música, Canequinha cria uma ponte entre referências do passado e do presente como uma enchente de sensações causadas pela quarentena.

“Esse single é um fruto da quarentena, completamente. Já estava com essa vontade de me lançar em vôo solo,  com a pandemia e o cancelamento de todos os shows consegui concentrar minhas energias na minha música e comecei a compor bastante”, explica ele.

A faixa é uma parceria com Cacala Carvalho e Felipe Caneca e conta com as participações especiais de Magno Brito (baixo) e de seu pai Fernando Caneca (violão tenor) se somando aos outros instrumentos, todos tocados pelo artista, construindo a trilha sonora das emoções despertadas pela composição.  “Não Vai Passar (Tão Cedo)” está disponível em todas as plataformas de streaming de música.

Ficha Técnica:

Composição: canequinha, Cacala Carvalho, Felipe Caneca

Voz, guitarra, piano e programações: canequinha

Violão Tenor: Fernando Caneca

Baixo: Magno Brito

Mix/Master: Alex Miranda

Veja o clipe:

Veja mais artigos
Load More In MÚSICA

Verifique também

Clássico do Clube da Esquina ganha versão rock pela Unabomber

Mensagem de “Canoa Canoa” casa com discurso de banda fluminense “Canoa Canoa” é uma música…