Home CULTURA Diversos União em tempos de isolamento

União em tempos de isolamento

1

É a força do canto coral na comemoração dos dez anos de atividades artísticas da Ouro Verde Produções

Em tempos tão difíceis para a cultura, é de se festejar quando uma produtora de projetos artísticos completa dez anos de atividades. Mas, em tempos de pandemia, comemorar reunindo um coral de 50 vozes é muita ousadia! E ousadia é o que não falta à empresária Anacris Monteiro, da Tijuca, Zona Norte. Ela é sócia-fundadora da Ouro Verde Produções, especializada em administração de recursos e prestação de contas de projetos culturais incentivados, que também produz em diversas áreas artísticas: música, teatro, dança.

Para comemorar os dez anos da Ouro Verde Produções sem poder produzir um grande evento por causa do isolamento social, Anacris resolveu inovar. Produziu um vídeo reunindo 50 pessoas, sendo 20 crianças do Coral Infantil da UFRJ, do qual faz parte sua filha de 9 anos: Mila Monteiro, atriz, cantora e youtuber mirim.

Cada uma cantando na sua casa. O vídeo estará disponível nas redes sociais da Ouro Verde Produções (@ouroverdeproducoes) e do canal Espaço Mila (@canalespacomila) – Facebook, Instagram e YouTube – e nas de todos os artistas envolvidos nesse belo trabalho coletivo, inclusive nas redes da própria Anacris Monteiro

A canção escolhida foi “Unity” (Gloriana Moone / Reverendo Freddie Washington), feita especialmente para canto coral. A opção foi sentimental. “Essa música é muito especial pra mim, me emocionou desde a primeira vez que a interpretei por causa da mensagem de união que ela tem. E a ideia é mesmo alcançar as pessoas que estão em quarentena com uma música positiva”, conta Anacris Monteiro.

Assim como tocou o coração de Anacris, a canção pode tocar o de muita gente, com uma proposta de força e união nesse período em que estamos todos isolados. Isolados, mas unidos numa só voz, ou num só coro. Afinal, quando pudermos nos reunir novamente, será fundamental construirmos juntos uma sociedade mais solidária e unida. Unidade, união, laços. Essa é a mensagem da canção “Unity” e da Ouro Verde Produções nestes dez anos de atividades nas artes e na cultura, em que parcerias e trabalho coletivo tem papel fundamental.

FICHA TÉCNICA

Direção Musical e Preparação do Coro Infantil: Maria José Chevitarese

Piano: Cyrano Sales

Bases em áudio para cantores: Cadu Barcelos

Bases vídeos para cantores: Cadu Barcelos, Carol Carvalho, Cyrano Sales, Michele Menezes

Produção, roteiro e Edição de vídeo: Anacris Monteiro

Edição de áudio: Christian Bizzotto

Inglês: Antonio Cerdeira

Coral adulto

Sopranos: Cássia Raquel, Danielly Souza, Daruã Goes, Glaucia Mancebo, Gleda Lalor, Lina Mendes, Lina Santoro, Manuela Vieira e Michele Menezes.

Contraltos: Anacris Monteiro, Andressa Inácio, Babi Ferreira,  Carla Mendes, Carol Carvalho, Lily Driaze, Liv Ataíde, Maíra Lana,  Mona Vilardo e Zezé Chevitarese.

Tenores: Apollo Costa, Cadu Barcelos, Jessé Bueno, João Alves,       Jules Vandystadt, Maurício Rizzo, Rafael Bezerra e Zé Rescala.

Baixos: Antonio Cerdeira, Christian Bizzotto, Cyrano Salles,      Francisco, Jonas Hammar, Lúcio Zandonadi, Maurício Detoni, Ronaldo Valim e Sergio Nogueira.

Coral Infantil da UFRJ

1ª voz: Luisa Machado, Sol Esteves, Luna Esteves, Clariane, Manuela Percegoni, Carolina Campos, Maria Aurea, Caterina Benedetto, Valentina Scaini, Luna Taubman, Luiza Porcel e Eduarda Porcel.

2ª voz: Mila Monteiro, Dudu Varello, Davi Fernandes, Roberta Costa, Arthur Johann, Camila Monteiro, Nicole Costa, Tiê e Emanuel.

Mais sobre Ana Cris Monteiro

No canto coral:

Anacris Monteiro começou a cantar em coral com 13 anos, quando integrou o Coral Infantil do Theatro Municipal do Rio, na época, sob a regência de Elza Lakschevitz. Ali conheceu também Maria José Chevitarese, preparadora vocal do grupo, que teve um papel essencial para a paixão que Anacris tem em cantar. Cantora por lazer, Anacris é uma contralto e tanto, já tendo integrado diversos corais, como Coral Sinfônico da UFRJ, em gravações de CDs, Coral Brasil Ensemble da UFRJ, participação em óperas e concertos, Canto em Canto, Coral da Cia Bachiana Brasileira, em concertos e gravações de CDs, Coro Sinfônico do Rio de Janeiro, na comemoração dos 50 anos do Projeto Aquarius e participou de pequenos grupos vocais. Em 2011, parou de cantar, durante a gravidez, retornando aos poucos. Hoje Anacris participa de dois projetos, como voluntária: o Cantareiros, desde 2017, projeto que visita hospitais, casas de repouso e orfanatos, levando música como terapia para crianças, idosos, pacientes, equipes e familiares; e o Coro Cênico da Cesgranrio, tendo sido a única contralto selecionada na última audição realizada em 2018. Participou de duas temporadas do espetáculo “Terra Brasilis” no Teatro Cesgranrio (outubro de 2019) e no Teatro Miguel Falabella (fevereiro de 2020)

Veja mais artigos
Load More In Diversos

Verifique também

“Da Palavra à música: a literatura na ópera e a ópera na literatura” com Jayme Chaves

Jayme Chaves é pesquisador de conteúdo para os programas dos espetáculos do Theatro Munici…