Home CULTURA Diversos Banco do Brasil apresenta Madrugada no Centro

Banco do Brasil apresenta Madrugada no Centro

0

No dia 18 de janeiro, o Festival uma noite de verão, com Marcos Valle, Sexteto Sucupira com participação de João Cavalcanti e Julia Vargas e o Bailão do Castelo.

Na primeira edição de 2020, o Madrugada no Centro ocupa a área externa do CCBB para receber um time de primeira linha. Ao apostar nos encontros musicais entre novos e consagrados artistas, o Festival apresenta show inédito de Marcos Valle.

Na sequência, nomes da nova geração, com show do Sexteto Sucupira e participações especiais de João Cavalcanti e Júlia Vargas. No comando das picapes, a pluralidade musical com o DJ Doni e o Bailão do Castelo, com muito samba, rock e MPB, conduzidos pelos DJs Doni, Magoo e Sapucaia.

O projeto, que segue até fevereiro de 2020 com a temática em celebração aos 30 anos do CCBB Rio, se mantém há cinco anos como uma opção de entretenimento acessível e em um local privilegiado, onde música e arte se comunicam de forma democrática. Com curadoria de Daniela Paita, cada edição apresenta um roteiro diferente, com DJs, músicos, artistas convidados, performances e muita música boa!

MARCOS VALLE

O músico, cantor e compositor Marcos Valle apresentará o show do novo álbum “Cinzento”. Produzido pelo próprio Valle, o álbum tem uma concepção minimalista, com pouca instrumentação e grooves diferentes, que remete ao clássico “Previsão do Tempo”, de 1973. “Cinzento” vem com novas parcerias como Moreno Veloso (na faixa “Redescobrir”), Bem Gil (“Se Proteja”), Kassin (“Lugares Distantes”), Zélia Duncan (“Rastros Raro”) e Domênico Lancelotti (“Pelo Sim Pelo Não”), entre outros.

Além das músicas novas Marcos vai apresentar alguns dos seus sucessos como “Batucada Surgiu”, “Mentira”, “Estrelar”, “Samba de Verão”, “Os Grilos”, “Mustang Cor de Sangue” e outros.

Marcos Valle se apresenta no fender rhodes/teclados/vocal ao lado de Patrícia Alví no vocal, Jessé Sadoc no trompete/flugelhorn, Alberto Continentino no baixo, Dudu Viana nos teclados, Bernardo Bosisio na guitarra e Renato “Massa” Calmon na bateria.

Atento às novidades, Marcos Valle incorpora diversas vertentes ao longo de sua trajetória, que se inicia com a bossa nova e percorre da música negra norte-americana ao pop e à música dançante dos anos 1970 e 1980.

SEXTETO SUCUPIRA convida JOÃO CAVALCANTI e JULIA VARGAS

O show do Sexteto Sucupira é tanto para pessoas que gostam de dançar, quanto para os que simplesmente querem ouvir boa música. O espetáculo é uma viagem pelas melodias do mundo, tendo o Brasil como ponto de partida. O fio condutor é a música regional nordestina, seus baiões, xaxados, xotes e ijexás. Alimentado por ricas melodias, a cada tema executado tem-se a sensação de se desembarcar num lugar diferente, ora no norte do Brasil, ora no Caribe, ora no Oriente Médio. O repertório mistura músicas de várias partes do mundo com clássicos de compositores brasileiros consagrados (Dominguinhos, Sivuca, Gilberto Gil, Hermeto Pascoal) e de expoentes da nossa nova geração (Marcelo Caldi, Kiko Horta, Rodrigo Lessa), além de composições do grupo.

O sexteto é Alexandre Bittencourt nos sopros, Rudá Brauns no bandolim, Felipe Chernicharo no violão, Max Dias no baixo, Lucas Videla na percussão e Cláudio Lima na bateria.

JOÃO CAVALCANTI

Jornalista, João Cavalcanti não imaginou que seguiria a carreira do pai, Lenine. Foi na faculdade que se voltou para a música. Ouviu e tocou de tudo até formar o Casuarina, grupo do qual foi vocalista por 16 anos (de 2001 a 2017). Com o Casuarina – eleito melhor grupo de samba duas vezes no Prêmio da Música Brasileira – lançou sete CDs e dois DVDs, fez oito turnês pela Europa e quatro por Estados Unidos e Canadá, além de shows em vários lugares do mundo. Suas músicas têm sido gravadas por alguns importantes artistas brasileiros, como Lenine, Roberta Sá, Joyce Moreno, MPB4, Tiê, Zé Renato e Pedro Luís. Em maio de 2018, João lançou “Garimpo”, registro intimista de seu duo com o pianista e acordeonista Marcelo Caldi, com participação do cantor português António Zambujo. No ano seguinte, lançou o EP digital “Samba Mobiliado” com seis faixas. Seu segundo álbum solo, “Sangrado”, tem produção de TóBrandileone e participação de Jorge Drexler, ainda sem data prevista para o lançamento.

JÚLIA VARGAS

Cantora e percussionista, Júlia Vargas já é considerada uma das grandes cantoras do Brasil e vem emocionando nomes como Milton Nascimento, com quem fez uma de suas primeiras turnês. Gravou com Ivan Lins de quem ganhou música inédita gravada em disco, além de contar com participações de Ney Matogrosso e Pedro Luís, no seu álbum “Pop Banana”. Abriu shows de Alceu Valença e Geraldo Azevedo e apresentou-se ao lado de João Donato, Wagner Tiso, Moraes Moreira, Criolo, entre outros. Em 2015 participou do tributo à Cássia Eller, no Rock in Rio e chamou a atenção pela parceria com Chico Chico, cantor e compositor carioca filho da cantora com quem fez diversos shows pelo Brasil.Júlia passeia pelos mais variados gêneros musicais como blues, sambas e regionalismos. Ainda é bailarina, e fez parte do corpo do Theatro Municipal do Rio e da Cia. Deborah Colker.

BAILÃO DO CASTELO

Três amigos que se juntaram com um único objetivo: fazer música boa! Consagrados na noite carioca, os DjsDoni, Sapucaia e Magoo são responsáveis pelo Bailão do Castelo, um dos maiores bailes de rua do RJ que acontece no Centro. No som, muita black music, samba rock, MPB, soul funk, acid jazz, rock n’ roll, rock brazuka e tropicalia. É um dos fundadores do coletivo Tríade, que produz e comanda o Bailão do Castelo, junto com os DJ’s Magoo e Sapucaia.Conheça a Tríade!

DJ Don iá é referência na noite carioca. Há mais de uma década no Rio de Janeiro, o paulistano, que iniciou a carreira como pesquisador musical, faz parte do circuito das festas mais badaladas da cidade. DJ Magoo vem se destacando com seu repertório eclético, que agrada pela suavidade e a sagacidade nas sequências escolhidas e executadas pra não deixar ninguém parado. DJ Sapucaia, carioca da Lapa, iniciou sua carreira como produtor, mas curioso e amante da música, sempre pesquisou variados estilos musicais. A Tríade gosta de navegar na música brasileira fundamentada no movimento tropicalista, além de diversas vertentes da Black music que inclui funk, soul, samba-rock, r&b, african beats e nu jazz, tudo com muito groove!

Dia 18/01

Horário: 22h às 4h

·      22 às 23:30h- DJ DONI (BAILÃO DO CASTELO)

·      23:30 às 01h – MARCOS VALLE

·      01 às 1:30h – DJ DONI (BAILÃO DO CASTELO)

·      1:30 às 3h- SEXTETO SUCUPIRA convida JOÃO CAVALCANTI e JULIA VARGAS

·      03 às 04h – DJ DONI (BAILÃO DO CASTELO)

SERVIÇO:

MADRUGADA NO CENTRO – 2019 / 2020 #CCBB30anos
Local: Centro Cultural Banco do Brasil – Rio de Janeiro

End.: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro
Tel.: (21) 3808-2000

Horários:

Dia 18.01.2020 (sábado) 22 às 04h

Abertura do portão: 22h.

Ingressos:

Dia 18.01.20 – R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

Espaço sujeito à lotação.

Venda dos ingressos: Na bilheteria do CCBB ou pelo site www.eventim.com.br

Capacidade:

Até 950 pessoas.

Veja mais artigos
Load More In Diversos

Verifique também

“Da Palavra à música: a literatura na ópera e a ópera na literatura” com Jayme Chaves

Jayme Chaves é pesquisador de conteúdo para os programas dos espetáculos do Theatro Munici…