Home CAPA Primeiro fim de semana encerra com shows emocionantes

Primeiro fim de semana encerra com shows emocionantes

0

Pela Cidade do Rock, marcas patrocinadoras e apoiadoras viram febre e reúnem público em suas ativações

Palco de shows e um verdadeiro parque temático de diversões. O Rock in Rio, no entanto, vai muito além de suas definições e da sua gigantesca programação oficial. O maior festival de música e entretenimento do mundo tem encantado e surpreendido o público com uma série de atividades preparadas pelas marcas parceiras. Entre os encontros do Palco Sunset, que nesta terceira noite de festival reuniu o gingado da diva pop Iza à voz potente de Alcione, e as estrelas do Palco Mundo – como a embaixadora do evento Ivete Sangalo, que mais uma vez abriu a noite com uma entrada apoteótica. Desta vez, tocando bateria – as 100 mil pessoas que lotaram a Cidade do Rock puderam participar de brincadeiras, soltar a voz e concorrer a prêmios nas áreas dos patrocinadores e apoiadores do festival.

Entre os destaques do dia estão as áreas de ativação das marcas, que já viraram uma tradição entre os visitantes. Estrategicamente posicionados por toda a Cidade do Rock – que esse ano tem 385 mil metros quadrados e 17 espaços de atrações oficiais – os espaços das marcas também foram pensados para atender aos mais variados estilos e gostos. O Itaú, patrocinador master do Rock in Rio, por exemplo, trouxe uma banda inédita e a cada dia leva artistas já conhecidos do público para o seu palco, além de distribuir copos colecionáveis com seis opções de desenhos, que vem com uma cordinha.

Já na área da Heineken, o visitante pode tirar fotos em espaços instagramáveis, ganhar tatuagens temporárias e levar para os shows bastonetes de plástico que ajudam a animar ainda mais as plateias. A marca também é responsável pela Tirolesa, que dá a possibilidade de o público sobrevoar a frente do palco mundo de uma ponta até a outra enquanto os shows acontecem.

Ainda na busca pela foto perfeita, o lounge da Ford traz um backdrop para lá de original. Com uma cama elástica acoplada, o visitante tem a chance de pular enquanto faz um divertido registro de sua passagem pelo festival. Entre um pulo e outro, uma banda super agitada diverte o público nos intervalos do Palco Mundo.

A área da Coca-Cola, que na última edição fez sucesso com a superbanda ao vivo, agora põe todo mundo para dançar em uma pista de dança na qual o público torna-se a estrela do show. “Queremos oferecer uma experiência viva e interativa, para ampliar a participação do público no festival”, explicou Luciano Lucas, gerente de experiências de marcas da Coca-Cola Brasil.

Em Doritos, a diversidade não marca presença somente no que se refere à comunidade LGBTQI+, mas também na inclusão com um espaço 100% acessível – conta com rampa, mapas táteis e áudio descrição, além do cuidado de ter um staff totalmente diverso. Com o objetivo de colorir a Cidade do Rock, o lounge está bastante disputado, com filas na porta durante quase todo o tempo. “A ideia é levar o orgulho e a alegria para essas pessoas. Queremos que a experiência do festival seja igual para todos”, ressaltou Anna Carolina Teixeira, diretora de Marketing da PepsiCo.

A Ipiranga trouxe para essa edição do Rock in Rio uma estrutura que simula um posto de combustíveis, localizada na Rota 85. A estudante Raquel Rodrigues, de 23 anos, e a empresária Adriene Oliveira, de 33, vieram de Manaus, no Amazonas, para participar do festival pela primeira vez. “Achamos essa ação inteligente e criativa. A sensação é que estamos realmente recarregando as energias”, comentaram.

A experiência Natura, que começa logo na entrada da Cidade do Rock, com a NAVE – Nosso Futuro é Agora, espaço que é co-criadora com o Rock in  Rio, avança pelo parque e embaixo da área VIP oferece aos visitantes a oportunidade de experimentar diversos produtos da marca, além de proporcionar uma imersão na Amazônia, com auxilio de um óculos de VR (realidade virtual). “É muito bacana ver marcas como a Natura investindo em eventos como o Rock in Rio, estar junto com este volume de pessoas. Logo que entrei no parque fui até a NAVE, pois tinha visto na TV e achei muito curioso. É incrível percebermos que temos mesmo que parar alguns minutos para pensar na vida em si”, garante Tiago Pontes, carioca de 40 anos.

Entre os apoiadores do evento, para os mais empolgados, a Prudential do Brasil, seguradora oficial do Rock in Rio 2019, recebe o público com paredão de escalada de nove metros de altura montado. Quem consegue alcançar o topo é brindado com uma vista privilegiada do festival seguida por uma divertida descida em um tobogã que termina em uma piscina de bolas. “O bacana é estar em um festival de música que mescla atrações com desafiam o público. É incrível estar aqui!”, vibrou o contador Yuri Babinsky, de 25 anos. Hoje, testaram a brincadeira os atletas da seleção brasileira de Escalada Esportiva, modalidade que acaba de entrar para o calendário dos Jogos Olímpicos.

Se o Rock in Rio é conhecido por inovar a cada edição, as marcas parceiras também se empenham para não ficar para trás e abordar temas cada vez mais atuais. Outro assunto em voga, o conceito phygital, que contempla o encontro do mundo físico e o universo digital, é o foco da experiência na área das marcas Pão de Açúcar e Extra. No espaço Rock Start, localizado na Rock District, o público pode se aventurar no Guitar Hero e no Just Dance e participar de brincadeiras que se transformam em prêmios na vida real, associadas ao programa de fidelidade das redes de supermercados. “O legal daqui é que, além de dançar de verdade em um game e tocar guitarra virtual, ainda conseguimos recarregar o celular”, disse o carioca Johnny Braga, 32 anos. Logo ao lado, o espaço da Estácio divide o público entre calouros e veteranos de acordo com sua vivência no Rock in Rio. Quem passa pelo local tem à disposição um figurino rock’n’roll e instrumentos musicais para simular uma foto em momentos históricos do festival a partir de um registro em frente a um chroma key – fundo usado na produção de efeitos visuais.

O amor está na Cidade do Rock

Depois de celebrar o amor do público ao longo das últimas edições, realizando casamentos de fãs do festival que se inscreviam para subir ao altar na Cidade do Rock, desta vez foi um casal da equipe do Rock in Rio a dizer “sim”. Neste terceiro dia de evento, Matheus Zanin, 33 anos, coordenador de brinquedos, e Fernanda Herz, 32 anos, coordenadora de parcerias, que se conheceram nos bastidores em 2015, oficializaram a união. A cerimônia teve direito a juíz de paz, banda com repertório escolhido pelos noivos, cobertura fotográfica, espumante e bolo. Apesar de já terem casado no religioso, celebrar no lugar que marcou o começo dessa história de amor foi especial. Além dos amigos do casal, o público que passava pela Rota 85 parou para observar e registrar a cena. “É muito bom poder me casar no lugar onde tudo começou. Será uma memória inesquecível “, declarou Fernanda. A capela da Rota 85 faz alusão aos casamentos de Las Vegas, nos Estados Unidos. Na segunda semana do Rock in Rio, duas cerimônias oficiais serão realizadas nos dias 3 e 5 de outubro. Quem passar pelo espaço, também terá a oportunidade de celebrar o amor entre casais, amigos ou familiares. Um personagem caracterizado de Elvis Presley será o responsável por testemunhar a divertida união – seja ela qual for. O amor também foi protagonista a alguns metros dali. No palco New Dance Order, o DJ Bhaskar, que se apresentou com a participação do seu irmão gêmeo, Alok, surpreendeu a namorada, Carol Cola, e toda plateia com um pedido de casamento.

As atrações deste terceiro dia de festival

Concebido para sediar encontros memoráveis, hoje o Palco Sunset recebeu um dos shows mais aguardados desta edição. Em uma celebração à música negra, o público pode ver ao vivo a primeira apresentação da regravação de “Chaims”, de Aretha Franklin, nas vozes potentes de Alcione e da diva pop Iza. A dupla animou o público e entregou uma apresentação que só confirma o prestigio do palco que conta com direção artística do músico Zé Ricardo. No show anterior, Elza Soares e convidadas – As Bahias e a Cozinha Mineira, Kell Smith & Jéssica Ellen – encantaram a plateia com suas interpretações inconfundíveis. O Palco Sunset recebeu ainda a banda Plutão já foi planeta e Mahmundi. Fechando a noite, a britânica Jesse J, embalou a todos com um setlist repleto dos grandes sucessos de sua carreira.

Neste domingo, o Palco Mundo foi aberto pela embaixadora do Rock in Rio, a cantora baiana Ivete Sangalo. Em sua 16ª participação em edições nacionais e internacionais do festival, a artista surgiu em uma plataforma suspensa tocando bateria levando ao delírio o público presente na Cidade do Rock. Além de hits como “Eva”, “Abalou” e “Sorte Grande”, a artista cantou Anitta, clássicos do funk carioca e decretou o dia do rock e axé. Em sua estreia no Brasil, Goo Goo Dolls resgatou sucessos dos anos 90. Já Dave Mathews Band apresentou o seu soft rock aos fãs presentes no festival. O grande destaque da noite, Bon Jovi surgiu enérgico no Palco Mundo à meia-noite e meia e, em um show de cerca de duas horas, surpreendeu o público com hits consagrados. Aguardado por uma legião de fãs no Brasil, o artista trouxe gente de fora do estado para curtir mais uma apresentação sua no Rock in Rio. É o caso do casal Tadeu Corrêa Barros, 68 anos, e Dulcinea Silva, 63 anos, que veio de São Paulo especialmente para acompanhar o show e aproveitar as atrações do festival. “Temos dois filhos adultos, mas fizemos questão de visitar a Cidade do Rock sozinhos. Este tipo de programa deve ser feito por todo mundo, mesmo com a nossa idade, pois a música e a arte são democráticas”, comenta Dulcinéia. Já Dona Rosa, de 69 anos, esteve presente na edição de 1985 do evento e repetiu a dose este ano só para ver os Bon Jovi. “Sou muito fã. A expectativa é muito grande”, afirmou. John Bon Jovi encerrou seu show emocionado, reunindo todos os seus músicos para juntos agradecer ao público presente. Mais um momento emblemático do festival.

Sucessos de venda na Cidade do Rock

Com 34 anos de história e ao fim do primeiro fim de semana de sua vigésima edição, o festival desperta no público a vontade de levar uma lembrança para casa. A icônica camiseta “Eu fui” é um dos itens mais procurados nos 11 pontos fixos de vendas e também nos dois carrinhos móveis com produtos oficiais do Rock in Rio. As baixas temperaturas dos três primeiros dias de evento ajudaram a levantar as vendas dos casacos com a marca do festival. As camisetas mais coloridas também estão fazendo sucesso entre os frequentadores por conta do crescimento de público do palco de música eletrônica New Dance Order. “Estou levando um boné, mas queria levar tudo!”, confessou a comerciante Juliana Maria de Lourdes, que é psicóloga e veio ao Rock in Rio pela primeira vez.

O maior de todos os tempos

O Rock in Rio de 2019 já se consagra como a maior de todos os tempos. O evento está gerando 30 mil empregos e movimentando 1,7 bilhão em receita para o Estado. São mais de 450 mil turistas que chegaram à cidade para acompanhar as atrações do festival, representando mais de 60% do público esperado na Cidade do Rock. Nesta edição são 300 horas de música e nove palcos. Para fazer toda essa estrutura funcionar são utilizados mais de 10 mil toneladas de equipamentos e 120 quilômetros de cabos de som, vídeo e força.

Foto: Ariel Martini IHF

Veja mais artigos
Load More In CAPA

Verifique também

O livro do Rock in Rio “A Arte de Fazer e Acontecer” será lançado na Segunda

Lançamento do livro Rock in Rio – A Arte de Fazer e Acontecer nesta segunda-feira (1…