Home MÚSICA Theuzitz e o “Rock de terceiro mundo” em novo clipe

Theuzitz e o “Rock de terceiro mundo” em novo clipe

0

O rock e o rap se encontram em “Noite II”, clipe de Theuzitz. O músico de Jandira (SP), inicia a divulgação do disco “Juventude Sônica” (Cavaca Records) num vídeo que expõe a violência e as vozes palpáveis e subjetivas da noite. Conectando culturas, a canção promove uma viagem psicodélica que vai de Manchester à São Paulo, sampleando os beats de “Não existe amor em SP”, de Criolo, e “Wonderwall”, do Oasis.

“Essa canção fala sobre a violência e o lado sombrio da noite. Violência que se dá muitas vezes pela nossa consciência, mas que também surge deliberadamente nas relações da rua, os carros seus falantes, no som dos bares e igrejas, e também no silêncio do sono que potencializa cada pequena ação. São algumas dessas vozes e lugares que eu quis representar”, define Theuzitz.

Para a construção de seu gênero tido como “Rock de terceiro mundo”, Theuzitz se utilizou de influências que partiram desde o rap de Tyler, The Creator e Earl Sweatshirt até influências mais indies como Elliott Smith e Cocteau Twins. Oasis e Criolo são dois dos samples utilizados para a criação da faixa:

“Eu sempre gostei de cruzar gêneros compondo música, porque sabia que nesse ato também estava cruzando culturas. Eu já nasci num mundo no qual as influências vieram de diversos lugares do planeta, então me sinto livre para construir uma nova realidade não só para mim, mas como para as pessoas a minha volta. Hoje a gente vive tudo ao mesmo tempo e eu não existe mais uma necessidade de se justificar pelas nossas preferências.

O vídeo de “noite II” traz uma ambientação tensa, e que une homens que num côro de “vozes da consciência”, brigando, fazendo música, correndo e pegando fogo. Theuzitz observa que os corpos no vídeo são “corpos que também habitam em mim nos meus melhores e piores dias, e que vão se modificando e ressignificando”.

Theuzitz estreou em 2015, com o EP “Parque da Luz”. No ano seguinte, foi a vez da mixtape “Peso das Coisas”, que chegou a figurar em listas de Melhores do Ano. Em 2017, foi convidado para participar na coletânea “O Mundo Ainda Não Está Pronto”, em homenagem ao Pato Fu. Neste mesmo ano, o single “Flanar” ganhou vida na mixtape “Diário de Bordo”. No ano seguinte, Theuzitz ajudou a organizar a coletânea “Afroindie”, com diversos artistas do Brasil e a canção “Aniversário” foi lançada nesta antologia.

Produzido e mixado por Theuzitz, a masterização de “Noite II” foi realizada por Luiz Café, que coleciona trabalhos com Rashid, Don L, niLL, entre outros. O clipe foi dirigido por Theuzitz, e produzido pela MIG (Guarulhos/SP).
Clipe Theuzit – Noite II

Veja mais artigos
Load More In MÚSICA

Verifique também

Unabomber retrata convulsões sociais em novo clipe

“A Celebração da Peleja entre o Molotov e a Máquina” tem performance explosiva O caos soci…