Home SHOWS Outros Programação de Setembro vai agitar a Audio Rebel

Programação de Setembro vai agitar a Audio Rebel

0

A Audio Rebel é um espaço para shows de música alternativa e independente de todos os estilos, conta também com uma loja de vinil e de instrumentos musicais.

Veja a programação abaixo:

03/09

Cangaço Carioca (part. Átila Bee)

O grupo, formado por Glauber Canellas (voz e violão), Wayner Nascimento (baixo e voz), Rodrigo Binart (percussão), Igor Santos (percussão) e Romulus Tavares (guitarra) sobe ao palco da Rebel para apresentar suas composições autorais e versões especiais de Lenine, Cordel do Fogo Encantado e Alceu Valença. O show terá a participação especial de Átila Bee.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

04/09 

Léo Soma

Léo Soma carrega em sua composição provocações sobre um tempo atual. Mesclando influências do pop, lo-fi, música brasileira e R&B, o artista volta ao palco da Audio Rebel para  apresentar singles já lançados, além de inéditas e releituras. O cantor e compositor lançou recentemente o clipe “Queria Mais”. Ao mesmo tempo que explora mais a fundo a sonoridade que vem construindo com os singles “E Se?”, “Nessa Cama”, “O Tempo Todo” e “Fonte de Like”, o artista segue abordando relacionamentos modernos em suas canções.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

05/09

Budweiser Apresenta: Blastfemme

A Blastfemme está em turnê nacional divulgando seu novo álbum, homônimo. O show na Audio Rebel contará com participações de músicos parceiros ao longo da carreira da banda: Lê Almeida, Laura Lavieri, Larry Antha, Carmen Cunha, Luis Queiroz, Nayana Carvalho e Gustavo Benjão, este último também produtor do disco da Blastfemme nos estúdios da Audio Rebel e Do Amor. A Blastfemme é formada por Jhou Rocha (baixo e voz), Vladya Mendes (bateria e voz), Igor de Assis (guitarra e voz) e Dani Vallejo (frontwoman).

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

06/09

Marcelo Callado, Juliano Gauche e Tatá Aeroplano

Três nomes da nova música brasileira dividem palco em uma noite especial com show em dose tripla. Nome recorrente no cenário carioca, Marcelo Callado prepara um show especial e intimista, revelando na voz e guitarra as canções de seus múltiplos projetos – a banda Do Amor, o duo Gambito Budapeste e o repertório de sua carreira solo. O compositor, cantor e escritor Juliano Gauche apresenta o álbum “Afastamento”, indicado ao prêmio APCA 2018. Tatá Aeroplano é músico, compositor, DJ e andarilho urbano. Ele fará uma retrospectiva de sua obra passando pelos seus cinco álbuns solo e músicas de sua antiga banda Cérebro Eletrônico, além de versões para canções de Ângela Rorô, Jorge Mautner e Júpiter Maçã.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

08/09

ODiaQueNadaAconteceu

O power trio formado por Antonio Neves (bateria), Alberto Continentino (baixo) e Guilherme Lirio (guitarra) apresenta suas belas canções instrumentais, que, com foco em melodias e climas chapados, sugerem danças meditativas.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

10/09

Subcena #21: André Capilé e BeatBass High Tech + Jeanne Callegari + Mariano Marovato

André Capilé é Mestre em estudos literários e Doutor em “Literatura,  Cultura e Contemporaneidade”, ambos pela PUC-Rio. Publicou, em 2008, o livro Dois (Não Pares), em parceria com Carolina Barreto; em 2010 editou a plaquette ZANGARREIO; seguem-se as publicações de rapace; balaio; muimbu; rebute e chabu. O duo BeatBass High Tech faz música eletrônica/orgânica. Jeanne Callegari é poeta e autora dos livros Botões e Miolos frescos, ambos de poemas, e de Caio Fernando Abreu: inventário de um escritor irremediável. Mariano Marovatto gravou alguns discos, como Praia e Selvagem, e já publicou livros de poemas como Casa e Vinte e cinco poemas em parceria com Chico Alvim. Estirâncio, o mais recente, será lançado em finais de setembro. Mariano foi também apresentador e roteirista do programa musical Segue o som na TV Brasil.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

11/09

Filipe Lorenzo (part. Illy e Kassin)

Filipe Lorenzo volta ao Rio de Janeiro para apresentar seu novo show que integra a turnê de lançamento do seu mais recente single, “Às Cegas”, música de Luedji Luna e Emillie Lapa. O artista estará acompanhado dos músicos Paulo Mutti, Gabriel Loddo e João Rafael, além de contar com as participações da cantora baiana Illy e do multi instrumentista e produtor musical Kassin. Com uma forte marca da música afrobaiana em diálogo com temáticas e sonoridades contemporâneas nas suas canções, Filipe promete levar um show dançante e cheio de novidades para quem se interessa pela nova música produzida na Bahia.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

12/09

Mette Rasmussen (Noruega) + Marcos Campello

A habilidade de Mette Rasmussen de se mover entre os limites dos gêneros e explorar os elementos fica em evidência. No seu projeto solo ou  com colaboradores, ela encapsulou sua própria visão do papel do saxofone, muitas vezes transformando-o em uma experiência física completa, abraçando o público com altitude sonora e prolíficas linhas de melodia, disparando uma base mais prosaica. Suas performances unem público e artista e envolve a energia entre os dois. A noite terá abertura de Marcos Campello em show de improviso solo.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20 (antecipado); R$ 25 (na hora)

13/09

Rogério Essin

O cantor e compositor Rogério Essin faz show de lançamento do single “Contido o mundo não tem ilusões”, que sai pela gravadora Biscoito Fino. Mesclando influências que vão de Luiz Gonzaga a Lenine, o artista já soma uma trajetória de quase 10 anos. Em 2010 lançou o álbum “O olho de Deus não joga dados”. A nova música é considerada uma  “canção de amor nos tempos da cólera”. O single, produzido por Fernando Caneca, teve participação de Federico Puppi, Marcelo Costa e Rodrigo Tavares.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

14/09

Cheyenne Love + Kartas

Noite de lançamento do primeiro disco da banda Cheyenne Love. O grupo de rock traz influências do punk e pop e é formada por Nayana Carvalho (voz e guitarra), Ricardo Richaid (voz e baixo), Marcelo Callado (bateria). A abertura fica por conta da banda Kartas.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

15/09

Laura Canabrava e Insandessa

O show inédito surge da parceria musical das artistas Laura Canabrava, carioca, e Insandessa, paulista. Duas mulheres ocupando seus espaços, colocando suas vozes, compartilhando suas criações. As canções expressam suas visões de mundo feminista, questionando a sociedade contemporânea, refletindo sobre as relações pessoais, buscando alento na poesia, na espiritualidade, no amor, na procura por liberdade.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

18/09

Coffee Shop Boys

Coffee Shop Boys é uma banda recém formada por músicos atuantes na cena carioca. A banda procura juntar os clássicos da música jamaicana com a ideia da liberdade dos improvisos jazzísticos e muito dub. O repertório trará clássicos do reggae e ska em releitura ao estilo jazz.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

19/09

MEB_Música Extemporânea Brasileira

O show marca o lançamento do segundo single do novo disco do MEB, que sai esse ano ainda. O repertório apresenta as canções desse novo álbum (o segundo da banda) e algumas músicas do primeiro disco “Boca do mundo”, com novos arranjos. MEB sobe ao palco com Ticiana Passos (voz), Zé Luiz Rinaldi (guitarra e violão), Alexandre Rabello (baixo) e Élcio Cáfaro (bateria).

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

20/09

Santos

O show fecha um ciclo de três anos de Santos e marca a despedida do projeto do multi instrumentista Lucas Santos. A apresentação vai unir músicas dos três álbuns lançados, além de algumas presentes em EPs. Ele sobe ao palco com Nathanne Rodrigues (baixo), Autuori (guitarra) e Pedro Millecco. Esta também será a única apresentação de lançamento do mais recente disco, “O Espaço Abre, O Céu Pesado Cai”, revelado no final de agosto.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 15 (antecipado); R$ 20 (na hora)

21/09

Gabriel Fróes, Justa Causa e Marcelino

Gabriel Fróes é cantor e produtor musical de R&B e hip hop. Em junho de 2019, lançou seu primeiro projeto chamado “Mixtape Índigo”, mesclando influências do rap à disco music. Justa Causa é um coletivo que se iniciou no fim de 2017, reunindo diversos MCs e beatmakers que cantam a realidade da Baixada. Marcelino é um rapper da nova geração que acabou de lançar o álbum “Hades”, que estará no repertório de seu show. É membro do coletivo COVIL DO FLOW, gravadora que se localiza na Rocinha.

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

25 e 26/09 

Sylvio Fraga Quinteto e Letieres Leite

A proximidade do Sylvio Fraga Quinteto com o maestro baiano Letieres Leite deu origem

ao álbum “Canção da Cabra” (da nova gravadora Rocinante). Este é o terceiro disco de Sylvio Fraga, compositor e poeta. No palco, ele será acompanhado de José Arimatéa (trompete) Bruno Aguilar (baixo), Bernardo Ramos (guitarra), Marcelo Galter (teclado), Felipe Continentino (bateria), Luizinho do Jêje (percussão) e Letieres Leite (flauta).

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

27/09

Mari Blue, Mihay e Mário Wamser

Os cantautores Mari Blue, Mihay e Mário Wamser se juntam em show inédito misturando o repertório autoral de suas carreiras solo. Canções já gravadas ganham novos arranjos junto com músicas inéditas que o público vai conhecer em primeira mão. A apresentação mistura vozes abertas dos três cantores, além de violão (Mário Wamser), teclado (Mari Blue) e zabumba (Mihay).

Horário: 20h

Ingressos: R$ 20

29/09

Fira Banaba: Nina Becker, Alberto Continentino e Eduardo Manso

O Fira Banaba é uma banda de synthpop que surgiu do desejo de reunir crianças e adultos para desfrutar juntos momentos musicais e dançantes. Fruto do encontro entre a cantora e diretora de arte Nina Becker, o contrabaixista e arranjador Alberto Continentino, e o músico e produtor de discos Eduardo Manso, o repertório do Fira Banaba abraça o eletropunk como sonoridade inspiracional, mesclando com bases eletrônicas de dance music onde exploram letras, sons e ruídos divertidos, em faixas autorais inéditas como “Batata Frita”, “Ela ela ela ela” e “Lamina animal”. Um dos objetivos é que tanto crianças quanto adultos possam participar desse encontro lúdico.

Horário: 17h

Ingressos: R$ 20

Sobre a Audio Rebel

Localizada em um sobrado de Botafogo, Zona Sul carioca, a Audio Rebel é um complexo com quatro salas interconectadas e isoladas acusticamente, uma loja de instrumentos e acessórios e uma oficina de luthieria (confecção de instrumento de cordas). Oferecemos serviços de sound design, trilha sonora, foley, dublagem, mixagem 2.0 e 5.1, masterização, gravação de voz, gravação de áudios adicionais para cinema, gravação e produção de áudio books e book trailers, áudio para instalações e performances artística.

Serviço

Local: Audio Rebel

Endereço: Rua Visconde de Silva, 55 – Botafogo – Rio de Janeiro/RJ

Classificação: 16 anos

Capacidade da casa: 90 pessoas (lotação máxima)

Forma de pagamento: para o ingresso, apenas dinheiro; no bar, todos os cartões de crédito.

Casa equipada com ar condicionado e wi-fi gratuito

Horário de funcionamento da bilheteria: todos os dias, de 13h às 21h

Veja mais artigos
Load More In Outros

Verifique também

Lyria participa do Quarentena Rock Online Fest IV

Evento reúne 11 bandas do metal brasileiro O canal no YouTube HeavyTalk promove neste sába…